23
jan

BPW Brasil participa da Banca de Juízes nacional do Prêmio Sebrae Mullher de Negócios

Os trabalhos foram coordenados por Joana Bona, gerente adjunta da Unidade de Atendimento Individual do Sebrae Nacional, e por Francisco Teixeira, do setor de Capacitação e Premiação da  FNQ, ambos do Comitê Gestor Nacional da premiação, que tem como objetivo identificar, selecionar e premiar os relatos de vida de mulheres empreendedoras que estão espalhadas pelo Brasil, as quais transformaram seus sonhos em realidade e cuja estória de vida hoje é exemplo para outras que também querem realizar seu próprio sonho de empreendedora.

Dentre todos os relatos que ficaram para a final, a comissão Julgadora definiu os 9 melhores, independentemente da região. As primeiras colocadas de cada categoria, receberão troféu ouro, as segundas colocadas, troféu prata e as terceiras colocadas, troféu bronze.

Nos relatos foram levados em consideração relatos que mostraram que as candidatas  superaram a discriminação contra a mulher, apresentaram ideias inovadoras e adaptação às novas tendências; atuação democrática, transparente, inspiradora e motivadora; contribuição para o desenvolvimento de outras empreendedoras, dentre outros fatores.

Participaram da Banca de Juízes, cinco representantes das entidades realizadoras: a Gerente Nacional de Atendimento do Sebrae Nacional, Jaqueline Almeida,  coordenadora Geral de Autonomia Econômica das Mulheres, Gláucia Cristina Candian Fraccaro, o superintendente-geral da Fundação Nacional de Qualidade (FNQ), Jairo Martins e Cláudia Patrícia da Silva Schwedler, analista da Diretoria Técnica do Sebrae, e
a presidente da BPW Brasil, Sueli Batista,que também é do Comitê Gestor do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios.

O resultado permanecerá em sigilo até o dia 7 de março, quando ocorrerá em Brasília, a solenidade de premiação, com a presença de todas as vencedoras das etapas estaduais. A programação está sendo formatada e o evento contará com palestrante que é referência em empreendedorismo feminino.